FIT_blog_header_new13-Manual-BP-Dica2

Preciso falar mais ?
Conhecendo você, preciso.
Então vamo lá.

Futuro Boa-Pinta do meu Brasil, pense comigo: você consegue entrar sem abadá no bloco, festa, camarote, ou o que quer que seja que você vá e receba um abadá? Não né? Então o nome desse abadá pode ser também in-gres-so, concorda? Se é ingresso, não é roupa! Encerro o caso.

E não é porquê foi caro que você tem que “ fazer valer” e continuar usando depois nas mais diversas ocasiões como malhar, ir pra um churras ou sei lá mais qual ocasião você conseguir se ver usando isso. Faça valer A FESTA porque esse abadá sem qualidade não vale nada e não te agrega nada sendo usado depois do evento.

Das situações que comentei acima, a pior é pra ir malhar. Porque simplesmente não faz sentido! Os tecidos de abadá sempre são da pior qualidade (quase 100% poliéster) pois é uma peça pra ser usada UMA-ÚNICA-VEZ! Além de esses tecidos não absorvem uma-gota-de-sereno e portanto, te farão suar em dobro e feder feito um gambá! Simplesmente não é funcional, meudeus! Compreende [Pelé style]? E a única imagem que você passa é de que não se preocupa com sua aparência, nem com a sua higiene, que só vai à festas pra beber horrores, pegar mulher a rodo e ainda não quer gastar com uma simples blusa pra malhar. E não estou falando isso como julgamento. Apenas com o intuito de fazer você pensar na imagem que quer passar.

[Tá sentindo meu desespero misturado com raiva quando vejo você malhando com uma blusa assim?]

A outra situação é usar o abadá pra qualquer outra ocasião social como ir ao shopping, um churrasco, ao cinema, na casa de um parente, sei lá. Vocês são realmente criativos e podem sempre me surpreender com a variedade de possibilidades de uso pro abadá depois da festa, mas a impressão que você irá passar será a mes-ma. Vale tudo que falei acima.

Camiseta básica de algodão é barato, gente ! PELAMOR !

Agora você já está um passo mais perto de ser O Boa-Pinta.

Não me desaponte ;)

bjbj e até a próxima dica !

{ Cami }